Início Notícias
The News
Produção de leite "não-alérgico" é aposta para o mercado PDF Imprimir E-mail
Escrito por Administrador   
Seg, 03 de Julho de 2017 08:24

Fonte: Correio do Povo.

 

Em uma passagem rápida pela área de lácteos dos supermercados é possível identificar uma grande oferta de produtos destinados a quem é gestada no Rio Grande do Sul para a produção de um leite “não-alérgico”.

O Sindicato da Indústria de Laticínios e Produtos Derivados do Estado do Rio Grande do Sul (Sindilat) anunciou no mês passado que irá desenvolver um projeto-piloto para atender a este nicho de mercado, que hoje é proibido de consumir leite de vaca. A medida poderá, no futuro, ser mais uma opção de diversificação do portfólio da indústria, de melhor remuneração dos produtores e de aumento na profissionalização das propriedades, já que exigiria um controle severo sobre esse leite diferenciado. No momento, o Sindilat busca parcerias para o projeto-piloto.

Última atualização em Ter, 25 de Julho de 2017 17:00
Leia mais...
 
Leite tem que ser leite! PDF Imprimir E-mail
Escrito por Administrador   
Qui, 08 de Junho de 2017 09:42

Foi publicado um artigo na revista American Journal of Clinical Nutrition (resumo http://ajcn.nutrition.org/content/early/2017/06/07/ajcn.117.156877.abstract)  evidenciando que crianças com dietas restritas de leite bovino, quando há substituição por alternativas vegetais (soja, amêndoas ou arroz) são ligeiramente menores do que seus pares que bebem leite de vaca. Este estudo evidenciou que a cada copo diário de leite de vaca, substituído por vegetais, diminui 0,4cm em relação à média para a idade da criança.

 

 

Última atualização em Qui, 08 de Junho de 2017 09:44
Leia mais...
 
Um brinde ao leite PDF Imprimir E-mail
Escrito por Administrador   
Sáb, 03 de Junho de 2017 09:42

Dia primeiro de junho foi estabelecido pela Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO) como o dia Mundial do Leite.  A comemoração tem como foco reconhecer a importância do leite como um alimento global.

 

Historicamente, acredita-se que os humanos estão tomando leite há mais de 10.000 anos. Considera-se que o leite foi essencial para materializar o desenvolvimento do ser humano. Antes nômades, os humanos precisavam gastar muita energia e tempo, coletando alimentos. Com a domesticação dos animais, e a disponibilidade de proteína de alto valor nutricional houve um grande desenvolvimento, inclusive do cérebro. Órgão bastante dependente de gorduras de origem animal. Além disto, a facilidade de obter o alimento próximo ao local de moradia, permitiu diminuir parte do trabalho diário de conseguir alimentos, que era baseado na caça e coleta. Assim, o ser humano pode se dedicar a outras atividades e tendo tempo para o progresso.

Última atualização em Dom, 04 de Junho de 2017 17:46
Leia mais...
 
« InícioAnterior12345678910PróximoFim »

Página 3 de 120.
CeresQualidade.com.br | Powered by Joomla!