Início
Fazendeiros australianos visitam regiões leiteiras do Brasil para trocar experiências PDF Imprimir E-mail
Sex, 20 de Maio de 2011 16:27

Nesta semana, grupo passou por Londrina e outras cidades do Paraná

O Paraná tem uma das principais bacias leiteiras do país. A Austrália é um grande produtor de leite. Para trocar conhecimento, um grupo de fazendeiros australianos está visitando regiões leiteiras do Brasil. Esta semana o destino foi Londrina e outras cidades do Paraná.

Com um rebanho perto de um 1, 5 milhão de animais, o Paraná é o terceiro produtor nacional de leite, contribuindo com 3,5 milhões, dos 29 milhões de litros que o Brasil produz por ano. O produto tanto vai para a indústria, como é envasado in natura. A cadeia produtiva do leite paranaense e brasileiro interessou ao grupo de pecuaristas de uma cooperativa de leite da Austrália. Eles passaram por Londrina e ficam no país até o início do próximo mês.

Uma das curiosidades dos produtores australianos foi saber como funciona o programa de certificação da qualidade do leite brasileiro. Eles visitaram fazendas de gado leiteiro no Paraná e apostam na troca de experiências para aperfeiçoar o setor, tanto brasileiro como australiano.

O grupo foi recebido pelo Sindicato Rural de Londrina e Sociedade Rural do Paraná. Entre as informações, dados sobre o nível tecnológico do treinamento de produtores e funcionários do setor, foram apresentados pelo Senar. A pecuarista Jo Brookes disse que ficou impressionada com a limpeza e organização das fazendas que conheceu. Só esta cooperativa australiana produz o mesmo volume de leite do Paraná. A visita pode render outros intercâmbios para troca de tecnologias.

– Existe essa troca, porque eles vêm para saber como está nossa tecnologia, para ver experiências. Existem regulamentações diferentes, existem mercados diferentes, então é um aprendizado constante, às vezes não existe a troca comercial, mas a troca de aprendizado, e o intercâmbio de informações e de pessoas sempre acontece – disse Darlene Medina Carlos, coordenadora do grupo.

O programa de certificação da qualidade do leite do Brasil está ligado ao Ministério da Agricultura e Inmetro e deve ser publicado no Diário Oficial até o final do ano. O documento prevê práticas integradas a toda a cadeia produtiva do leite, como segurança alimentar, meio ambiente, legislação trabalhista e bem estar animal.

 

Autora: Katia Baggio

Fonte: Canal Rural

Link Direto: http://www.canalrural.com.br/canalrural/jsp/default.jsp?uf=2§ion=Canal%20Rural&id=3318223&action=noticias

Última atualização em Qui, 21 de Fevereiro de 2013 16:57
 


Another articles:

Powered By relatedArticle

CeresQualidade.com.br | Powered by Joomla!